2.11.09

saci

o saci pererê foi uma figura bastante presente na minha imaginação de criança. para muitas pessoas que conheço, é apenas aquele de quem fala a ivete na sua música.
sim, "pererê saiu na capa do jornal fumando cachimbo em pleno carnaval", mas antes de ouvir essa música, já ouvia eu as "estórias" desta figura lendária.
"o saci é sapeca", dizia o meu pai, "causa remoinhos com vento, faz você se perder na floresta, e fica fazendo travessuras nas fazendas". eu ouvia com muita atenção e, um dia, deu-me um concelho que até hoje guardo:
"dizem que se você se perder na mata, deve colocar um cachimbo ou um cigarro dentro daquelas aberturas de um tronco de árvore, que o saci te indica o caminho de volta. não sei como, mas você descobre."
acho que esse dia nunca vai chegar. além disso, o saci é tão velho e só tem uma perna, coitado. no entretanto, eu cá ando com um cachimbo na mala, não vá o diabo tecê-las...

5 comentários:

Jone disse...

hahahahaha lembro que acreditava nessas histórias e quando ia a fazenda então, ficava com um pouco de medo.

Gustavo disse...

o meu pai dizia o mesmo.. :)

Jone disse...

ah não é só pro saci que serve esse lance do cachimbo, é também pra caipora, outra figura marcante.

Nuno Medon disse...

olá! essa nunca ouvi! sim, ouvi dizer que o fumo era usado para sinalizar antigamente e para fazer sinais, mas esse termo de Saci Pereré nunca ouvi. Para não te perderes só precisas de um GPS...lol... beijos e uma boa semana! bem disposta?

quem? disse...

caro nuno,
no caso do saci, não era questão de usar o fumo para sinalizar, mas sim como uma oferta à mítica personagem, para que ela nos indicasse o regresso.
estou bem disposta, sim, obrigada. vim aqui num instantinho porque tenho muito que estudar :S boa semana!