12.6.09

cheira bem, cheira a lisboa!

é hoje, caraças! é hoje que se enche o bucho de sardinhas e sangria! é hoje, portugueses!
adoro os santos populares, as marchas de cada freguesia, adoro a minha cidade e adoro adorá-la! e, ainda assim, quero vivê-la mais. quero conhecer os recantos da lisboa antiga, por onde tantos grandes nomes da literatura passaram.
é facto que o verão melhora a disposição de uma pessoa, o solzinho na cabeça aumenta os níveis de serotonina, as hormonas ficam mais felizes e as pessoas parecem mais bonitas. os lusitanos andam tristes e de mal com a vida, é verdade, e por isso é que gosto de sair em dias de festa. está calor e as pessoas sorriem. mesmo que não estejam felizes, deixam para trás, ainda que brevemente, todas as tristezas e infelicidades que preenchem os seus dias. mas hoje dança-se à vontade e faz-se amigos em três tempos. são as nossas características festas, em mais nenhum lugar do mundo se mexe uma cidade inteira só por causa dos santos. em mais nenhum lugar do mundo há uma festa como esta. pode haver parecidas, mas não iguais. hoje o lisboeta lembra-se do orgulho de ser português. e que orgulho é este? temos sofrido desde que somos gente, estivemos isolados do mundo até há bem pouco tempo, somos um bocadinho atrasados em relação à maior parte dos outros países... pois é. e não podemos abordar essa questão duma maneira mais optimista? talvez ainda mantenhamos antiquadas tradições e mentalidades que, de certa forma, nos aproximam das nossas raízes. e quando se vê um atraso no desenvolvimento do nosso país, eu vejo uma chance para a juventude se mexer, fazer com que portugal se mexa.
então vamos, juventude! os santos populares e a música pimba (que horror!) não são só para os cotas. participemos um bocadinho da alegria desta noite!
se calhar pareço um bocado lunática, mas olho com nostalgia para estas festas populares porque acredito que, um dia mais tarde, já só me restem as memórias.
A fragata que se ergue na proa,
A varina que teima em passar,
Cheiram bem porque são de Lisboa,
Lisboa tem cheiro de flor e de mar!
ps: não comam é petinga, porque é ilegal. a sério.

4 comentários:

atraM disse...

Em resposta a isto, digo que NÃO ESTIVE EM LISBOA NOS SANTOS POPULARES e que vi AS NOIVAS DE SANTO ANTÓNIO NA TELEVISÃO.

Como não gosto de sardinhas, comi chocos. Apesar de tudo, todos amamos o chocolate. Beijos e abraços e saudades e afins

Joana disse...

ia morrendo nos santos, esmigalhada, empurrada, va la, podia ter sido pior!

mitos katanga city disse...

tanta palheta com os santos e o espirito festivo, e nem sabes patrocionar uns peixinhos a este bom vivã. papaste sardinhas que nem uma lontra após o ramadão e eu andei a chuxar cabeças(?)!

quem? disse...

cala-te mitos que nem piaste! comi as sardinhas e as cabeças