22.12.08

Natal

adoro o natal.
adoro tudo relacionado com o natal: reunião familiar, troca de presentes, iluminações de natal em casa e na rua, o frio... e a música? a música já chateia, por ser sempre a mesma. desperta aqui uma nostalgia quando se ouve noutra qualquer época do ano, mas... são sempre sempre as mesmas músicas, interpretações diferentes, mas nunca fugimos ao velho "jingle bells". muita boa e bonita música foi criada para o natal, mas estagnou aí. enfim, podia continuar por aqui com as minhas suposições e dúvidas, mas quero chegar ao seguinte ponto:

existe alguma música que não seja de natal que associes a esta época?

deve haver para toda a gente uma, não? bom, mesmo que não haja, para mim há. oiço-a o ano todo, adoro e não me canso, e sabe-me sempre a natal quando a ponho a tocar. é claro que é porque a minha mãe, na noite de natal, sem mais CDs para por na aparelhagem, lá se safava com este e ninguém reclamava.

não existe a palavra natal na letra, não fala sobre o senhor gorducho que nos entra pela chaminé, nem fala dos presentinhos que todos gostamos de receber.
ironicamente, fala de amor, de optimismo, de felicidade. adequa-se a diversos momentos, e é uma letra tão... não sei. apaixonante, apaixonada. mas só a melodia já me conquista.
é, de longe, uma das músicas que mais me agrada cantar.
portanto... já chega de palavreado.
cá está ela



At Last - Etta James - Various Artists

Feliz Natal a todos :)

1 comentário:

ATRAM disse...

saudações de vera cruz.
TOU MORRENDO DE SAUDADE.

Gosto imenso da nova disposição do blog, parece uma revista mas uma revista boa. Ou um panfleto que valha a pena ler.. aprovado ;)

Trouxe-te uma coisa que vais adorar. Claro que não te vou dizer o que é, mas acho que vais gostar. É uma coisa daquelas "nossas" que vai merecer uma boa dose de gritaria e umas quantas caras estupefactas porque não estão dentro do assunto. E não te preocupes, trouxe-te cacaus pra dar e vender! Pronto. Foram só dois, desculpa.

Tiveste um bom Natal e aquelas coisas todas? Nem tivemos oportunidade de meter a conversa em dia, de saber o que recebemos nem nada. Também sinto mesmo a tua falta, lembro-me de ti tantas vezes ao dia! Quando passamos por Aracajú tinha os meus pais a dizer comigo no avião "olha a terra da catarina, olha!" e as pessoas ficaram todas a saber a tua terra, mesmo que não lhes interessasse lá grande coisa.

Bem. Isto está a ficar extenso e disse o essencial. Espero que esteja tudo bem por aí, tenho saudades a sério.

amo-ti :)