3.12.08

"dia-talvez"

hoje talvez seja um dia-não.
mais do que isso... não é um dia-sim, de certeza. acho que é um dia-talvez.
estes "dias-talvez" são os mais frequentes na minha vida.
além desses, também predominam os "dias-sim"; os "dias-não" dão-me para chorar e para achar o mundo um lugar cruel e inabitável.

mas estes "dias-talvez" fazem-me pensar. fazem crescer em mim a vontade de me isolar do mundo - o que não é o que estou a fazer agora, já que me estou a expôr desta forma. mas torno-me introspectiva e apetece-me desligar telefones, internet, rádio e televisão - oh, como às vezes me apetece que a comunicação funcionasse como há 30 anos atrás...

fico fechada no meu mundo, no meu mundo mental. penso, interrogo-me e busco respostas na minha cabeça. perco também a fome e o sono, porque o meu corpo se alimenta da minha energia intelectual. embora este meu mundo seja restrito, gostava que alguém olhasse para mim e me fizesse logo ver que sente o que sinto e que vê o que vejo. só isso. só um olhar, sem interferir o meu espaço. fazer isso e ir-se embora. porra, isso simplificaria tanta coisa, e dar-me-ia uns quantos pares de respostas a dúvidas existenciais.

hoje é um dia-talvez, e não me apetece fazer nada. apenas fechar-me dentro de mim, como faço às folhas, dobrar-me cada vez mais para dentro e ... desfrutar.

i wonder if someone feels that way, i wonder if someone truly understands this.

2 comentários:

Anónimo disse...

percebo te perfeitamente..tenho passado por isso ultimamente

Jone disse...

Eu procuro enxergar o que você enxerga, não que eu esteja manipulando uma visão, não que eu esteja vivendo o mesmo, mas há semelhanças. Entendo perfeitamente o seu lado, os dias que te fazem viver de uma forma isolada das pessoas, do mundo.


Do seu lado, sempre!