17.8.09

adeus lisboa!

eu amo-te. juro que te amo.
já viajei pelo mundo todo e, ainda assim, és a minha cidade preferida.
sou suspeita por dizer que és a cidade que mais alma tem, porque és também aquela que reúne a maior parte das minhas memórias.
eu amo-te, juro que te amo.
passámos por muito juntas, e ai de mim esquecer-me de ti um dia! nunca te esqueceste de mim, envolves-me durante a noite num embalo doce. as tuas ruas e os teus bairros imperfeitos, as tuas luzes sob o breu do teu cobertor, a tua respiração... foi por tudo isto, e talvez mais, que me apaixonei por ti desde o primeiro segundo.
eu amo-te. juro.
mas estou de malas feitas para outra civilização, outra cultura, outro povo. chama-se japão. tóquio. quioto. kanazawa. nenhum destes nomes é tão bonito como o teu... não, não te estou a tentar consolar. eu vou, sim.
mas volto em três tempos! ou melhor, em três semanas. não fiques triste comigo, nem te zangues. não te troco por nada deste mundo. fica contente, sabes que quando regressar olhar-te-ei com outros olhos. com os olhos com que te olho sempre que regresso ao teu seio, ao teu ventre maternal...
eu amo-te.

3 comentários:

Jone disse...

Foi díficil pra mim dizer isso "adeus lisboa" doeu bastante.
Vai lá, boa viagem, aproveita!!
Beijo cate!
Adoro você!

João disse...

Eu tenho a certeza que levaste Lisboa às lágrimas com essa pequena dedicação. :)
Penso que, temporariamente, Lisboa sentiu os seus capilares a dilatarem-se e o coração da cidade a apertar-se com ânsia... Isto antes de ler e suspirar de alivio, porque afinal não partes por tempo indefinido, não, apenas momentaneamente. E tenho a certeza que ela receber-te-á com reciprocidade e o carinho com que regressas.

Lisboa também é a minha cidade... E por mais cosmopolitas que sejamos temos sempre um carinho especial pelo nosso pequeno cantinho... Como uma andorinha que sente a necessidade de regressar e de instalar-se no mesmo local calmo, pacífico e acolhedor onde nidificou no ano passado.

:)

atraM disse...

Lisboa tem o melhor cheiro do mundo.