10.11.08

e mais um dia daqueles...

ando especialmente emotiva e piegas.
não sei porquê.
hoje foi um dia que me fez reviver alguns acontecimentos do passado, e hoje é um daqueles dias em que me apetece ficar isolada a ouvir músicas que me façam chorar, que me façam deitar tudo cá para fora. vou acumulando todos os dias um bocado de tristeza. até que, chegando ao meu limite, vou deixando a tristeza sair. ela sai de qualquer forma. seja porque se partiu a minha caneta preferida e começo a chorar como se fosse uma criancinha, ou porque a música que o doggie fez narra um sofrimento que eu quase presenciei, ou porque o depoimento de um ex-toxicodependente reflectiu certos aspectos que se passaram na minha vida.
e pronto, é aí que oiço o meu amigo Chico Buarque de Holanda, cuja voz me soa familiar. reconforta-me. ele diz-me para não chorar. e eu... eu sou desobediente.

4 comentários:

Jone disse...

Querendo ou não somos vítimas dessa explosão mental, dessa ansiedade pela tal felicidade que não chega, pelo tal sorriso que a face não permite mostrar.Espero que as nossas angústias sejam um dia curadas, para que possamos trafegar pela vida com os nossos corações exaustos e felizes.Use da sua fórmula mais eficiente e se sinta como uma gigante nesse mundo tão grande.

Estou usando de palavras positivas, algo que não costumo usar.Mas há sempre uma luz, uma esperança!
Saudades!

Doggie disse...

Pegando no que o jone disse : "Use da sua fórmula mais eficiente e se sinta como uma gigante nesse mundo tão grande." acho que é isto mesmo que deves fazer. Continua a ser a Catarina forte que eu conheço, que apesar das coisas que lhe aconteceram/acontecem anda sempre com um grande smile na cara e acaba por contagiar os outros com a sua boa disposição.

E se há dias em que te sentes mais emotiva isso só demonstra que tens sentimentos e que muitos deles não são fáceis de lidar, mas ainda assim tu ultrapassas isso de uma forma que muita gente não conseguiria.

You're an example to everyone don't forget that.

PS: Que honra entrar num post do teu blog.

ATRAM disse...

Hoje eu sinto-me piegas, toda a gente falou comigo como se eu fosse um dedo.
E este catarina, foi mais um dia daqueles?

quem? disse...

bom, ATRAM, ja que o teu comment se revelou tao indecifravel, tenho a dizer que os teus dedos sao tao gorduchinhos que nao me importava nada que falassem cmg como se eu fosse um deles



-_-


um dedo? nao percebi, pronto!