19.6.10

saramago

hoje faleceu José Saramago. bem, teoricamente foi ontem.

não tenho propriamente jeito para estas coisas. acho que estes momentos servem para "celebrar a vida". mas, se o fizermos, lamentamos também a morte.

a morte é uma coisa estranha.

enfim, queria apenas manifestar os meus pêsames, felizmente deixou cá uma bela bibliografia que eu recentemente comecei a conhecer. ensaio sobre a cegueira é, sem dúvida, um dos meus livros preferidos. e por belos serões passados a lê-lo, agradeço ao senhor Saramago.

may his soul rest in peace

5 comentários:

Bilal Ahmad disse...

o ensaio sobre a cegueira, foi o primeiro livro que li por prazer e que realmente impulsionou ler outros.
saramago merece permanecer interno não só pela bibliografia, mas pela mente que possuía, capaz de desenvolver uma analise-critica do que lhe rodeava de uma única.

Marta disse...

oh pra eles armados em intlectuais. Sabes o que é que me faz mais confusão na morte? Deixa-nos todos iguais. E o facto de ter morrido o Saramago torna-se ainda mais estranho por ser uma pessoa "próxima", por ser mais um bom português a morrer no estrangeiro. Que coisa estranha. Senti a mesma coisa com o Horácio Roque e não conhecia o senhor de lado nenhum. Como se o nosso país ficasse ainda mais pequenino. Quando morrer o Ronaldo acho que é o fim do mundo

Bilal Ahmad disse...

*de uma maneira única.
marta, o fim do mundo seria qualquer coisa como o tony carreira morrer próximo da data do ronaldo. mas acho que não tem necessariamente que ser português, eu senti o mesmo com o mark linkus dos sparklehorse, quando faleceu.

Bilal Ahmad disse...

*linkous.

only ones who know disse...

Fiquei sinceramente triste com a morte dele. Era, é, o meu escritor preferido. Ficam os livros, esses ao menos não morrem.

Disseste exactamente o que eu penso no teu comentário. :)