15.7.09

entra a 100 e sai a 1500

a vida é cada vez mais cheia de coisas estranhas, imprevistos interessantes. acho que é por isso que me encontro sem nada de relevante para dizer, vou rachando a casca do ovo onde me encontro, olho à minha volta e reparo que já não direi nada de revolucionário. não posso inventar uma história mirabolante nem nada que se pareça com a descoberta de vida alienígena. que posso eu fazer? sou apenas uma adolescente em férias de verão, e é saber universal que em férias de verão não há espaço para conquistas mundiais. e a inspiração anda escassa.
cá está, então. marquei presença para não dizer nada.
estou feliz.

2 comentários:

Anónimo disse...

O chão que pisas sou eu.

quem quer que seja disse...

Se tivesses vindo comigo provavelmente tinhas encontrado algo para dizer. Não digo que fosse algo de relevante mas seria algo.
Sim, foi correu bem mas foi cansativo (adormecia todos os dias no sofá às 9 da noite).
Já deves ter desconfiado e encontrado a resposta certa sobre quem quer que eu seja.